Archive for outubro, 2009

26/10/2009

Curso: A Terra, o meio físico e a paisagem urbana em São Paulo – 05 de novembro a 01 de dezembro na UMAPAZ

Inscrições abertas para nova turma no curso: A Terra, o meio físico e a paisagem urbana em São Paulo
 
 Segundo previa do relatório da ONU “Estado da População Mundial 2007”, a partir de 2008 a população mundial se tornou predominantemente urbana. Assim, é importante conhecermos a interação da urbanização com o meio físico, resultantes das intervenções humanas (obras civis, sistema viário, loteamentos etc.), a fim de minimizar as alterações nos processos naturais e orientar decisões no planejamento urbano e ambiental das cidades.
 
Com o propósito de estimular a reflexão sobre a natureza dos problemas ambientais, com ênfase para o meio físico da cidade de São Paulo, a UMAPAZ promove este curso destinado aos profissionais, professores e estudantes de geografia, engenharia, arquitetura, geologia, e demais interessados que possuam 2º grau completo.
 
O curso, que será realizado de 05 de novembro a 01 de dezembro, contará com a participação de geólogos, historiadores, agrônomos e especialistas em gestão ambiental da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, entre eles, Oswaldo Landgraf, Patrícia Marra Sepe, Otávio Prado, Luiz Roberto Jacintho e convidados, e coordenação de Agni – Gustavo Beuttenmuller, docente da UMAPAZ.
 
A metodologia prevê a utilização de exposições dialogadas e orientações de leitura e exercícios. O programa abordará os seguintes temas:
 
Data HorárioPalestranteTema
 
05/119h às 12hAgni – Gustavo Beuttenmuller (geólogo)Terra, um planeta em transformação: o planeta, as rochas, conceitos básicos.
10/119h às 12hOswaldo Landgraf Jr. (geólogo)Terra, um planeta em transformação: dinâmica interna e externa, astroblemas.
12/109h às 12hPatrícia Marra Sepe (geóloga)Geologia e sociedade.
17/109h às 12hOtávio Prado (geólogo e historiador)Ocupação histórica do sítio urbano paulistano.
24/109h às 12hLuiz Roberto Jacintho (agrônomo)Evolução da representação cartográfica da Cidade de São Paulo.
01/129h às 12hAlex Pelogpia (geólogo)O tecnógeno e as mudanças ambientais do planeta à cidade.

 
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
·        Bruno, Ernani da Silva – História e Tradições da Cidade de São Paulo. Rio de Janeiro, José Olimpio, 1954, 3 vol.
·        Gould, S. J. (1987). Seta do tempo. Ciclo do tempo. São Paulo: Cia. das Letras.
·        SANTOS OLIVEIRA, A. M. DOS et al. (1998). Geologia de Engenharia. São Paulo: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE GEOLOGIA DE ENGENHARIA.
·        SECRETARIA MUNICIPAL DO VERDE E MEIO AMBIENTE; SECRETARIA MUNICIPAL DO PLANEJAMENTO. Atlas Ambiental do Município de São Paulo. O Verde, o Território, o Ser Humano: Diagnósticos e Bases para a Proposição de Políticas Públicas para as áreas Verdes do Município de São Paulo. São Paulo: Editora BURTI, 2004. Disponível em: http://atlasambiental.prefeitura.sp.gov.br/ (último acesso em: janeiro 2009).
·        SECRETARIA MUNICIPAL DO VERDE E MEIO AMBIENTE; CEBRAP. Indicadores Ambientais e Gestão Urbana. Desafios para a construção da sustentabilidade na Cidade de São Paulo. 1. ed. São Paulo: Imprensa Oficial, 2008. v. 1. 150 p.
·        TEIXEIRA, W. et al. (Org.) Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000.
·        Zmitrowicz, W. As Obras Públicas de Engenharia e Sua Função na Estruturação da Cidade de São Paulo. (Tese de Doutoramento apresentada à Escola Politécnica da USP), São Paulo, 1984.
 
 
CURSO: A TERRA, O MEIO FÍSICO E A PAISAGEM URBANA EM SÃO PAULO
Público focalizado: profissionais, professores e estudantes de geografia, engenharia, arquitetura, geologia.
Pré-requisito: 2º grau completo.
Coordenação: Geólogo Gustavo Agni Beuttenmuller
Carga horária: 18 horas
Período: de 05/11 a 01/12/2009 (terças e quintas-feiras)
Dia e Horário: terças e quintas-feiras, das 9h às 12h
Local: UMA PAZ – Universidade Aberta de Meio Ambiente e Cultura de Paz.
End.: Av. IV Centenário, 1268, Portão 7A – Parque do Ibirapuera
Inscrições: enviar formulário para inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br
 
 
FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO
Curso: A Terra, o meio físico e a paisagem urbana em São Paulo
Envie preenchido para inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br
1. NOME COMPLETO:
2. Idade 3. Sexo  (    ) M    (     ) F
4. RG nº                     órgão:     UF: 5. CPF nº
5. Escolaridade        (      ) 2º grau completo  (     ) 3º grau completo
6. Área de formação:
7. Setor em que trabalha: Empresa privada (    ) Organização não governamental (    ) Estado  (     )
8. Se servidor público, por favor, informe Nº RF:
9. Profissão/atividade que exerce atualmente:
10. Se educador, instituição em que exerce a função:
11. Endereço residencial:
12. Região ou bairro
13. CEP
14. E-mail:
15. Telefone fixo:  16. Telefone celular:
17. Por que deseja participar deste curso?
18. Você já desenvolve algum trabalho relacionado ao tema do curso?Qual?
19. Você já participou de algum curso na UMAPAZ? Qual?

Anúncios
24/10/2009

Green Jobs and Opportunities


Analista de Responsabilidade Social Pleno

Responsável por analisar, executar e monitorar as estratégias e as ações de Responsabilidade Social Empresarial locais,  visando o estreitamento da relação da Suzano Papel e Celulose com seus stakeholders (comunidade, ONGs, colaboradores, poder público, imprensa, etc).

Superior completo
Inglês fluente
Local de trabalho será na cidade de  Suzano região de Mogi das Cruzes.
Ter experiência na´área.

Cadastrar o CV no site da Suzano – link Trabalhe Conosco .

 

24/10/2009

Brasil: alvo de investimentos verdes

O jornal Valor Econômico publicou uma reportagem a respeito dos investimentos verdes das empresas francesas no Brasil.

Leia materia na integra por Cláudia Schüffner – em verdito pontos que achamos mais interessante…

Ambiente: Financiamentos visam mercado de crédito de carbono e geração elétrica a partir de fontes renováveis
Brasil é alvo de projetos “verdes” franceses

A corrida europeia para reduzir as emissões dos gases responsáveis pelo efeito estufa já tem efeito sobre investimentos franceses no Brasil. Na França, o país é visto como um alvo importante para projetos de geração elétrica a partir de fontes renováveis e a própria geração nuclear é parte das ambições de gigantes como a GDF Suez, que aceita até participação minoritária em projetos, caso o governo brasileiro mude a legislação que proíbe a presença estrangeira no setor.
Exemplo desse boom em torno da energia limpa é o mercado de créditos de carbono, que movimentou US$ 33 bilhões em 2008 e que já está presente no Brasil. O mercado é administrado pela Organização das Nações Unidas (ONU), a quem cabe conceder os créditos para projetos de energias limpas que reduzam as emissões. Depois de concedidos, os créditos podem ser comprados por empresas dos países desenvolvidos que não conseguem cumprir as metas europeias de redução das emissões, a exemplo das cimenteiras.
A Natixis Environnement & Infrastructures (Natixis E&I), empresa que administra o Fundo Europeu de Carbono (FEC), com € 142 milhões de 14 instituições financeiras europeias de primeira linha, procura projetos de desenvolvimento sustentável para financiar no Brasil. Até agora o FEC comprou 5,3 milhões de toneladas de carbono de vários projetos no Brasil e procura outros, como explica a administradora-sênior de investimentos, Cristel Guillain.
No Brasil, a Natixis negocia com a Sadia o financiamento de um investimento da empresa para transformar o metano liberado após a fermentação de dejetos de porcos em gás carbônico, que é 21 vezes menos poluente. A negociação com a Sadia começou em 2007 e a unidade vai reduzir em 2,7 milhões de toneladas suas emissões. Cristel não entra em detalhes sobre o valor do investimento. “Até agora a Sadia usou recursos próprios, e quando a ONU reconhecer a baixa emissão ela receberá os créditos”, explica a executiva.
A busca por projetos de créditos de carbono em países em desenvolvimento, como o Brasil, também trouxe a EcoAct, uma consultoria francesa especializada no mercado de créditos de carbono, com faturamento de € 2,8 milhões, ao país em 2007. O objetivo é identificar e desenvolver projetos de compensação ambiental no Brasil que possam ter os créditos de carbono vendidos para empresas francesas que não estão conseguindo reduzir o impacto ambiental de suas atividades.
Já a Voltalia, uma pequena empresa francesa de geração de energia de fontes renováveis, poderá gerar 600 megawatts (MW) no Brasil se conseguir levar todos os projetos adiante. A empresa tem capacidade de produzir 1.892 MW de energia de diversas fontes, como eólica, solar, biomassa e pequenas centrais hidrelétricas na França, Grécia, Guiana Francesa e no Brasil. No Brasil, ela tem projetos para geração de energia eólica e hidráulica no Amapá, na fronteira com a Guiana Francesa, além do Ceará, Rio Grande do Norte e Minas Gerais. Os investimentos no país poderão variar entre € 300 milhões e € 500 milhões nos próximos sete anos, segundo o presidente da Voltalia, Robert Dardanne. Parte disso viria de captações.
Citando o potencial não explorado de 310 gigawatts (GW) para geração eólica do Brasil, a Voltalia quer fazer pelo menos uma pequena parte disso se conseguir se qualificar nos leilões. No Nordeste, a empresa vê possibilidade de instalar turbinas eólicas longe do litoral, para evitar que as imensas pás estraguem a paisagem paradisíaca da região. “O presidente Lula disse que quer melhorar o mix energético do país com mais energia renovável, mas o país, pelo tamanho e diversidade, tem dificuldade de implementar. A Voltalia é uma empresa muito pequena, mas temos esperança de contribuir com pequenas unidades em regiões que hoje não têm acesso à energia sustentável”, afirma Christophe Ripert, administrador da Voltalia.
Não por acaso, as conversas com a Eletrobrás já começaram. Ripert considera “paradoxal” que um país com tamanho potencial energético ainda não explorado, como o Brasil, planeje mais usinas nucleares, em vez de intensificar a produção com base em energias renováveis, reduzindo a participação de térmicas a óleo e carvão.

23/10/2009

Agroecologia no IPE

Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável Princípios e Práticas

21 e 22 de novembro – Nazaré Paulista/SP

Através desse curso esperamos que os alunos sejam capazes de compreender do que se trata a agricultura de base agroecológica e aperfeiçoem habilidades capazes de iniciar ou apoiar o processo de transição para o desenvolvimento rural sustentável nas diversas esferas da agricultura. A troca de conhecimentos será estimulada a partir da experiência individual de cada participante e dos estudos de casos de longos anos de prática efetiva do instrutor junto a agricultores familiares.

PÚBLICO-ALVO

Agricultores, estudantes e profissionais da área de agricultura ou florestal e demais interessados no tema.

CONTEÚDO

– O Desenvolvimento Rural no contexto da sustentabilidade
– Caracterização da agricultura familiar no Brasil
– Conceitos da Agroecologia e de agroecossistemas
– Saberes locais e sistemas tradicionais de produção
– Processos ecológicos em agroecossistemas
– Processos biofísicos/energéticos nos agroecossistemas (Economia Ecológica)
– Indicadores de sustentabilidade
– Sistemas agroecológicos de produção agrícola e de produção animal
– Sistemas de produção agroecológicos integrados
– Enfoque Pedagógico para uma Extensão Rural Agroecológica
– Métodos e Técnicas de Pesquisa Participante
– Segurança Alimentar e Nutricional
– Mercado Convencional e Alternativo
– Consumo Responsável
– Estudos de Caso

INSTRUTOR

Jefferson Ferreira Lima
Jefferson trabalha há 20 anos com agricultores familiares, utilizando a extensão rural como um importante mecanismo no desenvolvimento de projetos socioeconômicos. Teve uma experiência inicial na EMATER/PR e contribuiu para a criação da Cooperativa dos Assentados de Reforma Agrária do Pontal do Paranapanema no Estado de São Paulo, onde participou da elaboração do Plano de Desenvolvimento Rural para o Pontal do Paranapanema. Atua há 10 anos no IPÊ, tendo participado nos projetos de Ilhas de Biodiversidade, Abraço Verde e Viveiros Comunitários, sempre atuando com agricultores familiares. Atualmente coordena o projeto Café com Floresta, que conta com o envolvimento de 90 famílias assentadas de reforma agrária na região do Pontal do Paranapanema. É formado em Técnico em Agropecuária com graduação em Geografia e Mestrado em Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável pela Universidade Internacional de Andalucia – Espanha.

INVESTIMENTO

À vista: R$ 465,00
Parcelado: R$ 490,00 (primeira parcela R$ 196,00 + 3x R$ 98,00)

*O valor do curso inclui 2 dias de hospedagem, refeições diárias, traslado em horário pré-determinado no percurso Aeroporto de Guarulhos – IPÊ e Rodoviária de Atibaia – IPÊ, material didático e certificado de participação. O IPÊ não cobre despesas de viagem.

FAÇA A SUA INSCRIÇÃO

Informações: www.ipe.org.br / cbbc@ipe.org.br

55 (11) 4597-1327 / 9981-2601

Tags:
21/10/2009

Em defesa dos animais

AINDA NÃO CONSEGUIMOS 20.000 ASSINATURAS E SOMOS MAIS DE 3 MILHÕES DE INTERNAUTAS… POIS ESSA NOTICIA SÓ ESTÁ SENDO DIVULGADA NA INTERNET.
O BRASIL NÃO ASSINOU A DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DOS ANIMAIS.. E AINDA VEM MAIS ESSE “ABACAXI”.. ASSINEMMMMMMMM….DIVULGUEM…

….
Carta online da WSPA Brasil – assinem!!!
A WSPA Brasil (Sociedade Mundial de Proteção Animal)

Acessem o site e assinem a carta:
http://www.wspabrasil.org/

-Assine a Petição Online você também e nos ajude a continuar a luta pelo bem estar animal: http://www.petitiononline.com/artigo32/petition.html

Tags:
19/10/2009

Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental no Rio

FICA
Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental
 
 
PROGRAMAÇÃO FICA NO RIO 2009

Data: 22 a 25 de outubro (quinta a domingo)
Horário: das 16:00 h às 23:00 h
Local: Auditório Arte SESC
Rua Marquês de Abrantes, 99

 22/10 – Quinta-feira

18h00 – Solenidade de abertura
18h30 – O que fazer com o seu lixo orgânico? – especial Minhocasa
19h30 – Palestra de abertura: Indígenas brasileiros. Resistência Cultural, Ambiental e Religiosa. Palestrante: Vincent Carelli, diretor de Corumbiara, melhor filme do FICA 2009. Mediadora: Paula Saldanha.
21h00 – Exibição de Corumbiara. Melhor filme do FICA 2009, de Vincent Carelli. Documentário. 118min. Pernambuco (2009).
23h00 – Encerramento

23/10 – Sexta-feira

16h00 – Abertura
16h15 – Não é Nada. Melhor curta-metragem. Direção: Yacine Sersar. Ficção. 10mim. França (2008).
16h30 – Mudança no Mar. Melhor longa-metragem. Direção: Barbara Ettinger. Documentário. 86mim. EUA (2009).
18h00 – Morrendo em Abundância. Melhor média-metragem. Direção: Yorgos Avgeropoulos. Documentário. 51mim. Grécia (2008).
19h00 – Arrakis. Melhor média-metragem. Direção: Andréa Di Nardo. Documentário. 23mim. Itália (2008).
19h30 – Mar de Dentro. Melhor curta-metragem. Direção: Paschoal Samora. Documentário. 14mim. São Paulo (2008).
20h00 – Palestra: Como a população do Rio de Janeiro reage à crise ambiental? Saiba o que são e para o que servem os indicadores de sustentabilidade. Palestrante: Sérgio Besserman Vianna. Mediadora: Lúcia Hippolito (aguardando confirmação).
21h30 – Encerramento

24/10 – Sábado

16h00 – Abertura
16h15 – Por trás do Mundo. Melhor série televisiva. Direção: Jakob Gottschau. Dinamarca (2008). 1º capítulo: Os Mendigos de Addis Ababa. 28mim30seg.
16h50 – 2º capítulo: Quando a Chuva Cai.
17h25 – A Árvore da Música. Melhor filme na opinião dos jornalistas que cobriram o FICA. Direção: Otávio Juliano. Documentário. 80mim. São Paulo (2009).
19h00 – Palestra: Ecoeconomia: uma Nova Abordagem. Hugo Penteado. Mediador: Eduardo Diniz.
21h35 – A Próxima Mordida. 2ª melhor produção goiana. Direção: Ângelo Lima. Documentário. 33mim30seg. Goiás (2009).
22h10 – Encerramento

25/10 – Domingo

16h00 – Abertura
16h15 – Bode Rei, Cabra Rainha. Melhor média-metragem. Direção: Helena Tassara. Documentário. 48mim. São Paulo (2008).
17h10 – Ressignificar. Melhor produção goiana. Direção: Sara Vitória. Documentário. 16mim35seg. Goiás (2009).
17h30 – kalunga. Melhor filme eleito pelo júri popular. Direção: Sylvestre Campe, Luiz Elias e Pedro Nabuco. Documentário. 77mim. Goiás (2009).
19h00 – Palestra: COP 15: O mais importante encontro ambiental da história que acontecerá em dezembro deste ano, na Dinamarca. Palestrante: André Trigueiro. Mediador: Túlio Brandão.
21h30 – Encerramento

18/10/2009

Abertas Inscrições para Projetos Culturais

A Oi abriu no último dia 15 as inscrições para o edital de seleção dos projetos culturais que serão patrocinados pela empresa no próximo ano. O Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados 2010 destinará recursos para o financiamento, total ou parcial, de projetos aprovados em leis de incentivo à cultura.

O objetivo da iniciativa é estimular a produção artística no País, valorizando a diversidade como elemento fundamental da identidade nacional. As inscrições para o processo de seleção estarão disponíveis até 16 de novembro por meio do site www.oifuturo.org.br ou www.oi.com.br.

Artistas e produtores culturais podem concorrer com mais de um projeto. Apoiado em conceitos como “acesso” e “inovação”, o programa incentiva iniciativas que valorizem talentos regionais e que possibilitem o intercâmbio de idéias e a convergência entre arte e tecnologia. Também são considerados como aspectos relevantes a capacidade de formação de novas platéias, a criação de novas oportunidades de trabalho e de formação de artistas.

Desde 2001, a Oi investiu cerca de R$ 222 milhões na cultura brasileira. Mais de 680 projetos em segmentos variados, como teatro, dança, festivais, artes visuais e cinema, já foram contemplados, atingindo um público estimado de 13 milhões de espectadores. Seguindo o mesmo modelo das últimas edições, o Oi Futuro será responsável pela gestão do programa.

As propostas serão avaliadas por comissões especializadas em cada uma das áreas culturais e o resultado será divulgado no site do Oi Futuro, em data a ser definida. Os projetos terão a confirmação do patrocínio condicionada à apresentação dos certificados válidos nas Leis de Incentivo à Cultura.

Em 2009, a Oi selecionou por meio do programa 132 projetos culturais, com investimento total de R$ 29,2 milhões, nos Estados do Rio de Janeiro, Ceará, Bahia, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rio Grande do Norte e São Paulo. Entre as iniciativas selecionadas, há mostras de cinema e artes visuais, longa-metragens, obras de teatro, shows de música, festivais de dança, novas tecnologias, cultura popular, literatura e patrimônio.

Os projetos selecionados na edição passada do programa concorreram com mais de 4,3 mil propostas inscritas dos diferentes Estados da área de atuação da companhia.

Fonte: GIFE

16/10/2009

5th Hemispheric Congress on Fundraising em Saauum Paolo!

Entre os tópicos que nos interessa: como levantar recurso do zero!

Vem aí: o Congresso em arrecadação de fundos, ou se preferir, FUND RAISING…


Tradicionalmente realizado na Cidade do México, este novo local para o evento oferecerá uma oportunidade excepcional para sua instituição/organização se unir a profissionais da mais alta qualidade em captação de recursos e a palestrantes internacionalmente renomados, que apresentarão suas experiências, preocupações e os desafios enfrentados na América Latina para a audiência brasileira e latino-americana, formada por profissionais captadores de recursos que necessitam desenvolver e aperfeiçoar suas técnicas, assim como outras pessoas interessadas em captação de recursos como:

– Diretores executivos, Financeiros, de Marketing e de Relações Públicas;
– Gerentes e Administradores Públicos e Privados, Presidentes, Reitores e Vice-Reitores;
– Gestores de Mantenedoras, Fundações, Institutos e ONG’s.

As sessões plenárias abordarão assuntos de importância estratégica para o setor (grandes doadores, micro finanças e impactos sociais, nos campos da saúde, educação, ação social e cultura) enquanto workshops tratarão de técnicas essenciais de captação de recursos.

Quando: 6 a 8 de novembro de 2009 (reserve estas datas!) Onde: Av. Higienopolis, 996 – Consolacao, São Paulo – SP, 01238-000, Brasil – mapa de acesso

Para mais informações: acesse AQUI ou email contato@fundraising.com.br

15/10/2009

Semana Global do Empreendedorismo à partir do dia 16

A Semana Global do Empreendedorismo é um movimento para despertar a atitude empreendedora nas pessoas.

O que é atitude empreendedora? É pensar fora da caixa, ser proativo, ter um sonho grande e fazer de tudo para realizá-lo.

Entre os dias 16 e 22 de novembro, milhares de atividades acontecerão no país inteiro, com o objetivo de:

  • Inspirar – Fazer com que a atitude empreendedora faça parte da vida dos jovens que podem encontrar alternativas de futuro e chegar muito mais longe em suas carreiras.
  • Orientar – Estimular organizações e empresários de diferentes setores a treinar, capacitar e orientar a próxima geração de talentos que se inspira com exemplos de quem realizou.
  • Conectar – Formar uma rede de jovens e organizações para estimular novas ideias e realizar objetivos em diversas áreas e atuações no Brasil e no mundo.
  • Mobilizar – Colocar o empreendedorismo em pauta na sociedade e mostrar a troca de políticas para se empreender com líderes e formadores de opinião.

Selecionamos algumas atividades que talvez te interesse

Reciclagem de Eletro Eletrônicos

A ONG PC VIDA é uma organização não governamental cujo objetivo e a reutilização e reciclagem de equipamentos eletro eletrônicos.

Estrada União e Industria 10035 – Itaipava – Petrópolis – RJ
(021) 8842-5592

Mulheres Empreendedoras:medos,conquistas e qualidade de vida

palestras,casos de sucesso, debate VENCENDO DE SALTO ALTO,CLUBE DA LULUZINHA EM AÇÃO,TRAJETÓRIA DAS MULHERES NA POLÍTICA,MULHERES EMPREEDEDORAS.

Teatro do SESI – Rua Gustavo Teixeira – SOROCABA – SP (015) 9782-7224

pesquisa sobre sustentabilidade

Pesquisa com empresas/empresários e funcionários dos 3 setores da economia(governo, privado, e terceiro setor) sobre práticas de sustentabilidade em seu local: prefeitura, secretarias, escolas, empresas, … – ariquemes – RO

(069) 3535-2993

Concurso de Planos de Negócio

Concurso de Planos de Negóicos, com premiação de R$ 8.000,00 em créditos na Univates. Serão premiados do 1o ao 5o colocados. Devem obedecer ao roteiro disponível em http://www.univates.br/oportunidades. Prazo de entrega: até 30 de outubro de 2009.

Auditório do Prédio 3 da UNIVATES – LAJEADO – RS

www.univates.br/oportunidades
(051) 3714-7000

Concurso de Projetos Sociais

Concurso de Projetos Sociais, com premiação de R$ 8.000,00 em créditos na Univates. Serão premiados do 1o ao 5o colocados. Devem obedecer ao roteiro disponível em http://www.univates.br/oportunidades. Prazo de entrega: até 30 de outubro de 2009.

Auditório do Prédio 3 da UNIVATES – LAJEADO – RS

www.univates.br/oportunidades

(051) 3714-7000

V Feira do Empreendedor

A quinta edição da Feira do Empreendedor, vem com o tema “Sustentabilidade e Autonomia – O Futuro”, onde os joves são capacitados a criar suas oportunidades de negócios e aprender com eles que tudo pode ser auto sustentável.

Parque do Forte – Macapá – AP

www.centrodeensinoatual.com.br/feira
(096) 3217-1465

Reflexões sobre o Conceito de Voluntário, Vontade, Paixão, Bem Comum e suas Relações com um Projeto de Vida com Vistas à Felicidade Palestrante: Clovis de Barros Filho

Rua Jataí, 1150 bairo Aparecida – CEP 38400-632 – Uberlandia – MG

www.iamar.org.br
(034) 3218-1805

II Semana do Empreendedor

Workshop Universitário sobre Plano de Negócio, Micro-Coaching para novos empreendedores, Curso para micro e pequenos empresários e palestras de casos de sucesso

Rua Professor Luciano Gualberto, 908 Cidade Universitária USP – São Paulo – SP – (011) 3091-5904

www.semanaempreendedor.com.br

Innovation Challenge Brasil 2009

Competição de inovação corporativa em que alunos de MBAs de todo o Brasil se organizam em equipes para resolver dilemas reais de empresas como Pepsico e Bunge.

R. Quatá, 300 – São Paulo – SP – (011) 4504-2713

www.brazil.innovationchallenge.com

“Conte a sua história empreendedora” – Qual é o seu sonho?

Concurso Cultural realizado através de uma parceria entre a Unigranrio, SEBRAE- RJ e o Instituto Endeavor, que visa premiar, com um minicurso do Sebrae, as três melhores histórias empreendedoras sob requisitos como: iniciativa, gestão e viabilidade.

Rua Professor José de Souza Herdy, 1160. Bairro 25 de Agosto – Duque de Caxias – Campus I – RJ

www.unigranrio.com.br/expo2009/cultural.html
(021) 2672-7884

Curso de Reciclagem

Este curso ensinarar aos participantes como realizar o 3R. Ministrado pelo professor Cardoso mostrará como fazer uso das mais diversos materiais no dia a dia.

QNP 16 CONJUNTO L LOTE 01 – Ceilândia – DF

(061) 8481-2355

Isso foi feito no dia 15, portanto, vale a pena ir ao site deles e ver se há algo que foi acrescentado ou que te interesse.

E quem sabe, vc queira adicionar o seu evento? O seu partilhar de eco empreendimento ou empreendimento social?

O link para a programação completa e tal: www.semanaglobal.org.br/

14/10/2009

Alguém sabe de uma receita natural pra gripe e tosse?

Oi gente………eu tô com uma tosse danada, uma gripe danada e lá fora o vento tá tão forte que parece tufão!

Alguém sabe de uma receita natural e eficaz pra eu sair dessa?

Quando eu era macrô, eu nunca ficava doente, risos….mas também vivia num mundo meio além da realidade – mas enfim, o que é Realidade?

Na real, eu tinha um monte de energia e me sentia disposta. Agora, caí na vida urbana – o que também não é desculpa…..

TÁ BOM! Minha carne é fraca mesmo!!!

Amo uma mandioca frita, curto de vez em quando um street food (principalmente a tapioca!!), não resisto uns aperitivos com os amigos…..

Se você é que nem eu, lembre-se de vez em quando é bom a gente fazer uma detoxificação, isso mesmo; se a gente faz faxina na casa – por que não uma faxina na morada da alma? Tô falando nisso, porque eu acho que a gripe me pegou porque meu organismo tava meio down de tantas guloseimas do inverno…. enfim, vou fazer a sopa e se você quiser a receita taí abaixo.

E se vc souber de uma boa receita adicione aos comentários…pleeeease!

read more »

%d blogueiros gostam disto: