Archive for junho, 2009

30/06/2009

Plantando jardim na alma

Esse dizer eu vi no final do email da Juliana e tão bom que merece ser partilhado!

Todo jardim começa com uma história de amor, antes que qualquer árvore seja plantada ou um lago construído é preciso que eles tenham nascido dentro da alma.
Quem não planta jardim por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles.

Rubem Alves

Anúncios
29/06/2009

Ecovilas dão exemplo de não- agressão à Natureza

Artigo do Estadão há 5 anos atrás: ” Ecovilas dão exemplo de não- agressão à Natureza” e resolvo colocar aqui – pois o tema ainda me parece tão atual!

Leia aqui o texto completo de Simone Iwasso.

28/06/2009

Agenda Julho/ 2009

Julho é mês de férias para uns ……veja algumas oportunidade para  ecologia pessoal com retiros e alguns cursos hands on abaixo

EVENTOS

30 Junho a 02 JulhoAmbientalExpo das 13 às 20 hs no Anhembi. Juntamente com a Feira acontecerá o Congresso

20 a 22 – Profissionais brasileiros e estrangeiros se unem para trazer estratégias inovadoras de captação de recursos -Teatro Tuca -PUC SP

(11) 2281-9643
dialogo@dialogosocial.com.br
www.dialogosocial.com.br/festival

CURSOS

04 a 14 – Permacultura (PDC) no IPEMA no litoral SP – R$800 a R$ 880 Info: cursoipema@yahoo.com.br ou Tel:12 3848 2682 –  o que é Permacultura?

5 a 12 Bioconstruindo no IPEC em Pirinópolis/GO –  R$1380 na área de camping

9 a 12 CURSO DE BAMBU
INSTRUTORES: EDOARDO DE ARANHA E FRANCISCO LIMA

“Bambuseiro” é um termo popularmente aplicado a todo indivíduo que se interessa por esse material, o Bambu. Portanto o objetivo do curso de Bambu é transformar seus participantes em Bambuseiros >
no TIBÁ

15 a 19CURSO DE BIO-ARQUITETURA:
INSTRUTORES: JOHAN VAN LENGEN E PETER VAN LENGEN

No curso serão abordadas todas as técnicas oferecidas pelo TIBÁ; Bambu,
Teto Verde, Cascaje, Bason, Adobe, Permacultura, Criatividade e Alfa/Beta.
O curso explicará o conceito da Bio-arquitetura através da combinação de materiais tradicionais como bambú ou adobe e materiais modernos como cimento ou plasto >
no TIBÁ

16 a 19 – Sistemas Agroflorestais com Ernst Götsch em Itacaré/BA. Serão aulas prático-teóricas de Planejamento, implantação e manejo, Técnicas e princípios  altamente produtivos aplicadas na recuperação de areas degradada, em hortas sucessionais : planejamento, implantação e manejo de florestas compostas por espécies de hortaliças, frutíferas e outros produtos florestais, resultando em produção a curto, médio e longo prazo, no cultivo do cacau : Dinâmica da sucessão natural usada como instrumentário principal no manejo das lavouras. Mais sobre Sistemas Agroflorestais

Informações: rosadosventosbahia@hotmail.com / www.pedradosabia.com

Veja mais eventos em Julho AQUI .

E sinta-se à vontade de enviar os seus cursos e eventos, terei super prazer em divulgar!

Para outros meses, você pode acessar o Diretório Verde

Email para paginasverdes.br@gmail.com ou simplesmente adicione aos comentários!

27/06/2009

Green Jobs & Opportunities

actionaid está contratando profissional para apoiar a coordenação da área de parcerias institucionais e as coordenações dos programas temáticos na captação de recursos de financiadores institucionais e, principalmente, na gestão dos projetos apoiados por tais financiadores.

Os requisitos são: curso superior; imprescindível fluência em inglês (escrito e falado); experiência em ONGs, redes e movimentos sociais; prática específica na área de captação de recursos (desejável); alto nível de organização; capacidade de elaboração de relatórios e de projetos para captação de recursos; disponibilidade para viagens nacionais; e conhecimento dos principais programas de informática.

Interessados/as devem enviar currículo, duas referências profissionais (nome, cargo, instituição, telefone e e-mail) e carta (com último salário e pretensão salarial), justificando interesse e capacidades para o trabalho, para vagas@actionaid.orgEste endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. // <![CDATA[// <![CDATA[
document.write( ” );
// ]]>
, até o dia 2 de julho.

Coordenador – Brasília (DF) para Aldeias Infantis SOS Brasil

Requisitos: nível superior completo, preferencialmente na área de humanas; conhecimento do Estatuto da Criança e do Adolescente; espanhol desejável; domínio de informática; experiência em projetos, em programas sociais e/ou educação comunitária; disponibilidade para viagens e mobilidade de mudança.

Enviar currículo, com pretensão salarial e mencionando a sigla “COORDBRA” no assunto, para  recursos.humanos8@bol.com.br.

Relacionamento Institucional – Campinas (SP)

GAIA – Grupo de Aplicação Interdisciplinar à Aprendizagem

O GAIA busca profissionais que resida em Campinas/região com o seguinte perfil:

– Superior completo, preferencialmente nas áreas humanas e biológicas (Socioambientais);
– Experiência mínima de 3 anos em instituições do 3º setor;
– Experiência comprovada em processos de licitação;
– Prática em realizar pesquisa junto a potenciais parceiros e contato telefônico para abertura de relacionamentos;
– Conhecimento básico de fundos Públicos, Privados Nacionais e Internacionais;
– Disponibilidade para viagens quando houver reuniões em outras cidades e Estados;
– Habilidade com pacote Office Microsoft;
– Alta capacidade para trabalhar com equipe multidisciplinar, articulação e postura polida.

Favor colocar no assunto do e-mail: Vaga RI

Enviar CV para: flavia@gaiasocial.org.br

Coordenador de Meio Ambiente – Fortaleza

Elaborar e implantar os sistemas de SGS e SGA, treinar as pessoas, auditar internamente as plantas industriais para garantir o cumprimento das legislações ambientais, ser responsável por todos os registros ambientais e de segurança da empresa, acompanhamento dos programas internos.
Ter experiência em desenvolvimento de sistemas de gestão ambiental e de segurança. Superior completo.
Conhecimentos em Ohsas (vivência ou curso); ISO 14001, PGRS, PDCA.
Salário: R$ 4.865,00.

Gerente de Projetos – Rio de Janeiro

Somente para profissional do Rio de janeiro.Experiência em gestão,projetos PMI/PMO. Vale-Transporte Vale-Refeição Vale-Alimentação Assistência Médica Assistência Odontológica Seguro de Vida Participação de Lucros e Resultados Cesta Básica Auxílio Funeral Convênio Farmácia Convênio Faculdade Auxilío Creche Refeitório no Local

Pesquisa socio economica cultural com comunidades de religião de origem Africana no Brasil

Com a UNESCO  até 15 de julho

Oportunidades

O Consulado Japão tem possibilidades de assistência em projetos comunitarios. Email para cgjeconomia2@arcstar.com.br informando o seu estado e em quê está baseado o seu projeto.

A Fundação Iochpe abre oportunidade para novos parceiros (empresas ou pessoas físicas) que estejam dispostos a subsidiar um curso superior aos estudantes capacitados pelo Formare. A bolsa será oferecida ao aluno durante o período regular do curso (4 ou 5 anos), inclusive nos meses de férias, desde que o aluno não tranque a matrícula ou abandone o curso. Com a iniciativa, o Formare espera aumentar o número de parceiros.

Para obter mais informações, envie um e-mail para cibele@formare.org.br.

Projeto Generosidade seleciona até 30 de setembro  reportagens, depoimentos, colunas e artigos sobre pessoas e entidades que doam seu tempo, trabalho, dinheiro e amor para ajudar alguém.

Todas as histórias enviadas ao site e as publicadas nas revistas participarão projetogenerosidadeda seleção do melhor projeto de ação social, que ficará a cargo de um júri que será formado por convidados e parceiros da Editora Globo. Ao final do Projeto Generosidade, o escolhido receberá um incentivo no valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), para ser integralmente investido na ação.

A escolha do melhor projeto será norteada pelos seguintes critérios:

  • clareza e relevância dos objetivos,
  • capacidade de realização,
  • impacto comprovado sobre o público-alvo,
  • capacidade de articulação com outros parceiros da sociedadee com o poder público e impacto da doação sobre a realizaçãoe a ampliação das metas do projeto.
25/06/2009

Plásticos constituem maior parte de lixo no mar, diz ONU – o que fazer?

“O lixo marinho é sintomático de um problema maior: o desperdício e a persistente má administração dos recursos naturais. Os sacos plásticos, garrafas e outros lixos se acumulando nos oceanos e mares poderiam ser reduzidos drasticamente por uma política de redução de lixo, administração e iniciativas de reciclagem”, disse Achim Steiner, diretor executivo da ONU (Unep em Inglês).

“Parte deste lixo, como os sacos plásticos finos que só podem ser usados uma vez e sufocam a vida marinha, deveriam ser proibidos, ou rapidamente tirados de circulação em todo lugar – não há mais como justificar a fabricação desses sacos em nenhum lugar.”

O plástico não é apenas vilão no mar, existe também a questão da saúde humana ao consumir produtos embalados em plásticos – lembra daquele email sobre a liberação de substâncias cancerígenas da garrafa pet no sol? No Ecology Center você pode ver em maais detalhes dos problemas que o plástico causa à saúde.

Aqui, nós queremos focar nas soluções – ao menos agir nas pequenas ações do dia a dia. Algumas sugestões:

-> ACHOU, PEGOU: principalmente nas praias, plásticu sem dono? Pegue!

-> RECUSE: simplesmente, diga NÃO, obrigado (a)!  – famoso ato 2 em 1 – economiza plástico e de quebra, sem querer (querendo), já faz um trabalho de conscientização ambiental para quem estiver ao redor.

->MANIFESTE as suas preferências – recusando, logo logo perceberá o desafio pois você vai perceber que a maioria dos produtos vem em plásticu – envie um email ou telefone para o SAC da empresa e comunique o seu desejo profundo – use a criatividade, há muitas maneiras de fazer este manifesto que pode até virar campanha – lembre de incluir amigos.

> INOVE os seus hábitos

  • sempre comprando garrafinhas de água? Experimente ter uma garrafa preferencialmente de vidro para refil  e preencha com água de filtro. Calcule o quanto de garrafas (e dinheiro) que você vai economizar!!!
  • prefira comprar produtos a granel* e levando consigo a sua própria embalagem como: a jarrinha, potes, sacolas recicladas… supondo que você compraria arroz, feijão, ervilha, açúcar, pipoca…já foram 5 sacos plásticos!
  • cafezinho? chazinho? dê preferência porcelana ao plástico – se você trabalha em escritório, adquira a sua própria xícara – fica chique; personalizado, ecológico, higiênico e mostra que você é repsonsável pelos seus atos!
  • use sacolas de pano – mas, mesmo assim; às muitas vezes só lembramos delas quando estamos nas compras – peça possibilidade de usar uma caixa de papelão e se for pouquinho, pode até mesmo se carregar na mão

-> E se for inevitável,  REUTILIZE, RECICLE…

* granel pode ser uma coisa mais rara hoje em dia, mas você ainda acha em alguns supermercados, feiras e uma tendência mundial que você pode sugerir ao seu mercado.

Leia na íntegra o texto da Estação On Line AQUI

24/06/2009

ONDE RECICLAR O ÓLEO DE COZINHA USADO?

Você sabia que 1 litro de óleo despejado no esgoto polui um milhão de litros de água ou o que uma pessoa consome em 14 anos de vida? E ainda provoca a impermeabilização dos leitos e terrenos próximos, contribuindo para a ocorrência de enchentes?

oleonapia

ONDE RECICLAR O ÓLEO DE COZINHA USADO?

Nos Centros Automotivos Porto Seguro e sucursais da Grande São Paulo, Santos e Campinas, segurados, corretores e o público em geral poderão retirar minigalões para armazenar o óleo de cozinha utilizado em suas residências. Quando o recipiente estiver cheio, é só levá-lo novamente ao CAPS e despejar o óleo no coletor localizado junto ao display da Campanha, podendo reutilizá-lo depois para uma nova coleta.

São mais de 40 endereços na Grande São Paulo, Santos e Campinas. Os endereços dos pontos de coleta de óleo vegetal estão disponíveis AQUI

Você também pode entregar o óleo em garrafas PET – acho meio estranho sujar uma garrafa para este fim…enfim! Neste link, você vai encontrar Lojas Pão de Açúca que coletam.

Agora, se você tem usa em grandes quantidades, você pode vender ou utilizar para a sua própria estação de reciclagem em casa.

Em breve aqui os contatos de onde vender e como fazer fazer o seu próprio biocombustível.

Leia Também
23/06/2009

Aprenda mais sobre Biodiesel

Biodiesel DVD

Este eu achei na internet, vale lembrar que nao temos nenhum vinculo com os cursos/ eventos/ produtos divulgados aqui.

Estamos aqui para divulgar as iniciativas e facilitar a sua pesquisa.

PROGRAMA DO CURSO

Você verá, neste curso, que é possível produzir biodiesel para uso próprio, de maneira segura e econômica, utilizando o processo do craqueamento. Esse processo é bastante simples e permite produzir biodiesel para utilizar em propriedades agrícolas e em pequenas comunidades.

read more »

22/06/2009

Biodiesel

Biodiesel é um combustível biodegradável derivado de fontes renováveis, que pode ser obtido por diferentes processos tais como o craqueamento, a esterificação ou pela transesterificação. Esta última, mais utilizada, consiste numa reação química de óleos vegetais ou de gorduras animais com o álcool comum (etanol) ou o metanol, estimulada por um catalisador. Desse processo também se extrai a glicerina, empregada para fabricação de sabonetes e diversos outros cosméticos.

Há dezenas de espécies vegetais no Brasil das quais se pode produzir o biodiesel, tais como mamona, dendê (palma), girassol, babaçu, amendoim, pinhão manso e soja, dentre outras.

Apesar de eu estar publicando algo aqui sobre biocombustível, devo ressaltar que acredito na necessidade de uma mudança mais profunda – andar à pé, de bicicleta, utilizar caronas, dividir carro com amigos ou cooperativa (já uma realidade bem comum no exterior, diminuindo os custos de TER um carro)…você entende onde que eu quero chegar?

A história do biocombustível é uma faca de dois gumes, pois há várias polêmicas neste sentido. No entanto,  o mundo ainda está baseado em locomoção automotiva, então seria dizer que dos males o menos pior?E que dez, a gente pode produzir em casa! E viva a auto sustentabilidade!

Em breve, publicarei mais sobre como fazer o seu próprio!

Por favor, coloque no comentário se você tem interesse ou alguma dica sobre o assunto.

Mas agora, te deixo uns links para ter mais informações sobre o Mundo Biodiesel, que eu pessoalmente, prefiro chamar de Biocombustível.cartaz biodiesel

http://www.biodieselbrasil.com.br/

Link do Comércio de Unidades Produtivas e com um projeto de coleta de óleo de fritura (se bem que a gente deveria parar de fritar tanto né!?) para a transformação em biocombustível – em breve, vou publicar aqui como fazer você mesmo o seu biocombustível.

http://www.biodiesel.gov.br/ e neste mesmo site você pode fazer o download:

Plataforma da mamona da Embrapa Algodão – divulga os recentes avanços tecnológicos e outras informações importantes que contribuam para o fortalecimento da cultura da mamona.

Apresentação com resultados parciais de pesquisas desenvolvidas pela Epamig, financiadas pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário, sobre oleaginosas para o norte de MG e Vale do Jequitinhonha.

22/06/2009

Bioenergia & Biocombustível – Contatos Alemão

Aquele tipo de info que eu tenho e passo, espero que tenha proveito pra alguém…..

Bioenergy Consulting Service

Fachagentur Nachwachsende Rohstoffe (FNR)

Hofplatz 1
18276 Gülzow
Germany

Phone: +49 3843 / 6930 -116 or -212
Fax:     +49 3843 / 6930 – 220
E-Mail: info(bei)bio-energie.de
Web site: www.bio-energie.de

Informação de Biocombustível para Agricultura

http://www.biokraftstoff-portal.de/

Associação Alemã de Biogas – com monte de info e download, mas só pra quem manja alemão…..

http://www.biogas.org


Bem-vindo ao projeto ISCC

Com a crescente relevância dos biocombustíveis e o consequente aumento da aplicação de bens agrícolas para sua produção, a discussão sobre sustentabilidade ganhou ainda mais importância.

A produção sustentável é uma pré-condição para a exploração das bioenergias. O uso da biomassa para fins energéticos, seja como combustíveis, aquecimento ou para a produção de eletricidade oferece um grande potencial para a proteção do clima e pode levar redução da dependência das importações no fornecimento de energia.

O projeto é financiado através de subsídios do Ministério Alemão de Agricultura, Alimentação e Proteção ao Consumidor (BMELV) / Agência Alemã de Recursos Renováveis (FNR).

21/06/2009

Cada planta, um Universo

por Juliana Faber*

Ter a Natureza como mestra,  e observa-la em todas as suas dimensões e interações é o princípio mor da Permacultura e a medida que nos adentramos nesse mundo vemos e sentimos, que a Vida é um grande mistério e que este vai se desvendando aos nossos sentidos e ao nosso coração toda vez que nos dispomos a compreende- la e a interagir verdadeiramente com ela.

Teoricamente todos sabemos disso, mas é só quando começamos a interagir com a Natureza, quando botamos a mão na terra, sentimos seu cheiro, vemos os seres que trazem a vida pra terra, quando realmente sentimos o pulsar da vida na profundeza do nosso ser.

Observar o crescimento das plantas, sua interação com as os insetos, com o Sol, água e solo é algo tão fascinante que nos faz ter uma reverencia profunda por esse milagre que é Vida nesse planeta azul.

Como de uma pequenina semente nasce uma flor, uma arvore? De onde brotam tantas cores? Tantos sabores ? Tantos aromas? De onde vem a cura que as plantas nos trazem?

A medida que vamos nos aprofundando na relação com elas, percebemos que elas se comunicam, nos dizem o solo onde querem ser plantadas, a quantidade de água, a iluminação necessária e também por que estão aí, pertinho da gente.
Existe uma perfeição e uma exatidão nesse processo que se revela na sutilidade com que elas agem conosco.
Muito já se pesquisou sobre isso, chegamos aos florais, a homeopatia, as dinamizações, mas em geral continuamos longe desses seres que nos curam, nos alimentam, nos perfumam, nos colorem e nos provem de quase tudo que necessitamos.
Em cada planta está o Universo, está a possibilidade de descobrir mais sobre si e sobre o mundo.
Antes de qualquer coisa , pense em ter um jardim, Rubem Alves ja dizia que “todo jardim começa com uma história de amor, antes que qualquer árvore seja plantada ou um lago construído é preciso que eles tenham nascido dentro da alma. Quem não planta jardim por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles.”
Plante, não importa o tamanho do espaço, pode ser um pequeno circulo, uma floreira, um vaso. Coloque  uma semente ou uma pequena planta com a qual você tem alguma conexão e comece a sentir…

Esse processo não pode ser comunicado ele só é vivenciado, pelo coração e pela alma.

Comecemos com esse gesto e em breve continuamos nossa conversa…

* Juliana Faber é jardineira e permacultora, vive no Ecocentro IPEC onde se dedica a pessoas, jardinagem produtiva e ecologia domèstica. Desenvolve  produtos cosméticos, aromáticos e condimentares com plantas nativas e cultivadas no Cerrado e em outros Biomas do Brasil, numa linha de produtos denominada Viva Plantae e coordena o programa de estágios. Ocupa-se primordialmente, no desafio cotidiano de fazer com que as palavras ditas não sejam discursos vazios e dissociados, mas que sirvam de base para atitudes reais e autenticas.

%d blogueiros gostam disto: