Ibama retoma Operação Arco Verde com ações sociais

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) retoma nesta segunda-feira a Operação Arco Verde, que prevê ações contra o desmatamento florestal e alternativas para o desemprego no setor madeireiro da Amazônia. Coordenada pela Casa Civil do Palácio do Planalto com a participação de 13 ministérios, as primeiras ações serão focadas nos 36 municípios que mais desmatam a Amazônia. Juntos, eles são responsáveis por 50% da destruição da floresta.

Lançada oficialmente em junho do ano passado, a Arco Verde vem recebendo muitas críticas porque, se de um lado a fiscalização e o combate ao desmatamento aumentaram, por outro a operação não conseguiu alcançar a principal meta: oferecer aos municípios que mais desmatam alternativas de transformar ações predatórias em atividades legais e sustentáveis.

Durante recente operação em Cujubim-RO, onde 11 mil m³ de madeira foram apreendidos, o presidente da cooperativa dos produtos da cidade, José de Souza Rodrigues, admitiu para o ministro, fiscais e imprensa que a maioria da madeira comercializada na cidade era ilegal. O predomínio da atividade ilegal, segundo ele, era fruto da falta de alternativas.

“Nessa segunda fase, além de continuar com as ações de fiscalização, vamos reforçar o lado social”, garantiu ao JB o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

A ideia, segundo o ministro, é facilitar o leilão dos produtos piratas como boi e madeira apreendidos em áreas de reservas florestais:

“O dinheiro arrecadado e a madeira apreendida serão usados na construção de escolas e casas populares e para a mão-de-obra vamos aproveitar o pessoal que ficou sem emprego porque atividades ilegais foram encerradas. Já fechamos essa parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego”, disse.

A parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego – que vai acelerar o seguro-desemprego para esse trabalhadores – assim como a realizada com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – que viabilizará bolsas assistenciais – faz parte das ações emergenciais que permearão a operação. A Arco Verde também está ancorada em ações estruturantes que vão de oferta de tecnologias sustentáveis a regularização fundiária.

Segundo o ministro, para articular essa nova fase, integrantes da operação visitaram o Amazonas, Rondônia e Mato Grosso na última semana para ouvir a demanda de seus respectivos gestores e redirecionar as políticas ambientais desses estados. Em Manaus, a coordenadora do programa Agenda 21, do MMA, Karla Matos, anunciou que serão investidos R$ 5,7 milhões para implementar o programa em 21 municípios da operação Arco Verde.

Ações multiplicadas
Na última sexta-feira, integrantes de 14 ministérios, Ibama e polícias Federal e Rodoviária Federal reuniram-se em Brasília para articular o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia para 2009. Estão previstas 300 ações, 100 a mais do que em 2008. O resultado dessa reunião será levado ainda esta semana ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo ministro Carlos Minc.

Segundo o ministro, o fortalecimento das ações de fiscalização nas rodovias estão entre as prioridades do plano. E o Ibama, que está com um orçamento maior esse ano ¿ passou de R$ 60 milhões para R$ 80 milhões e vai contar com reforços, como aviões para observação de áreas afetadas, e também para transporte de fiscais e equipamentos.

De acordo com o Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam), 50% do desmatamento do estado ocorrem em pequenos terrenos localizados nas margens de estradas clandestinas que se interligam em rodovias oficiais.
fonte: JB Online

Anúncios
Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: